Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unesc.net/handle/1/6463
Título: O ensino médio inovador e a formação de leitores
Autor(es): Teixeira, Ronivon
Orientador(es): Back, Angela Cristina Di Palma
Palavras-chave: Leitura
Leitura – Estudo e ensino (Ensino médio)
Formação de leitores
Programa Ensino Médio Inovador
Descrição: Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC, como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre em Educação.
Resumo: Este trabalho, que ora se apresenta, tem a finalidade de verificar se as concepções teórico-metodológicas presentes nos documentos do ProEMI (Programa Ensino Médio Inovador) contribuem ou não para a formação de leitores proficientes. Para tratar teoricamente desta investigação, buscou-se suporte teórico sobre alguns conceitos, os quais estão relacionados diretamente com o ensino da leitura, entre eles, linguagem, texto, contexto, interação, aprendizagem, cognição, metacognição, esquemas, estratégias de leitura e proficiência em leitura. Esses conceitos estão fundamentados nas teorias de autores que versam sobre linguagem, aprendizagem e leitura, como Mikhail Bakhtin, Semyonovitch Vygotsky, Paulo Freire, Ângela Kleiman, Vilson J. Leffa, Mary Kato, Magda Soares, Luiz Percival Leme Britto, Frank Smith e Isabel Solé. O percurso metodológico que fez frente ao problema da pesquisa passa, fundamentalmente, pela contextualização e constituição dos sete documentos orientadores relacionados exclusivamente ao ProEMI, a saber: Documento Orientador do ProEMI para o ano de 2016 e 2017, Documento Orientador para a Disciplina PENOA/Leitura e Escrita, Documento sobre o Professor Orientador de Leitura, Projeto de Leitura da Escola de Educação Básica Professora Maria da Glória Silva, Projeto de Leitura da Escola de Educação Básica Humberto Hermes Hoffmann, PRC (Proposta de Reestruturação Curricular) da Escola de Educação Básica Professora Maria da Glória Silva e a PRC da Escola de Educação Básica Humberto Hermes Hoffmann. Sucedeu-se a análise, por meio da investigação dos conceitos presentes nas ocorrências extraídas desses documentos, cujo intuito foi o de constatar que tipo de leitor, de fato, o ProEMI se propõe a formar. Para tal tarefa, adotou-se indicadores os quais contribuíram para a identificação das ocorrências e a respectiva categorização, que são três: Linguagem, Aprendizagem e Leitura. A pesquisa mostrou que os documentos orientadores apontam para perspectiva interativa de ensino-aprendizagem, alinhando-se à teoria da pesquisa, contudo, demonstram fragilidade em relação aos conceitos teóricos e metodológicos sobre a leitura e seu ensino. Não há concepções claras e consistentes acerca da leitura, tampouco do leitor que o ProEMI objetiva formar. Falta uma abordagem mais teórica sobre os conceitos de leitura ou, ao menos, indicações de referências para que o professor fundamente seu trabalho. Essa omissão reflete, como se constata nos documentos das escolas, na carência de conhecimento do professor para lidar com o ensino da leitura.
Idioma: Português (Brasil)
Tipo: Dissertação
Data da publicação: 2018
URI: http://repositorio.unesc.net/handle/1/6463
Aparece nas coleções:Dissertação (PPGE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ronivon Teixeira.pdfDissertação1,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.