Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unesc.net/handle/1/5072
Título: Estupro de vulnerável bilateral, adequação social e a “Romeo and Juliet Law”
Autor(es): Corrêa, Filipe Martins
Orientador(es): Mello, João de
Palavras-chave: Adequação social
Ato infracional
Estupro de vulnerável
Descrição: Trabalho de conclusão de curso, apresentado para obtenção do grau de Bacharel no Curso de Direito da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.
Resumo: A presente monografia tem como objetivo geral a análise das possíveis soluções para a problemática decorrente da conduta equivalente ao ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável, quando da prática de relações sexuais consentidas entre adolescentes com idade inferior a quatorze anos. Para tanto, utilizou-se o método de abordagem dedutivo, partindo, inicialmente, de um estudo geral acerca do direito da criança e do adolescente no ordenamento brasileiro, da doutrina da proteção integral, assim como do tipo penal de estupro de vulnerável, para só então atingir uma conclusão relativamente ao tema. O tipo de pesquisa empregado foi o exploratório, com abordagem qualitativa e procedimento bibliográfico, baseado em doutrinas, artigos, pesquisas acadêmicas, precedentes jurisprudenciais e na legislação vigente. Concluiu-se, a partir disso, que a problemática pode ser resolvida a partir de duas soluções, sendo a primeira consistente a aplicação do princípio da adequação social para considerar atípicas as relações sexuais entre adolescentes com idade inferior aos quatorze anos, quando observado a validade de consentimento desses sujeitos, como inteireza do exercício de sua autodeterminação sexual. A segunda é importada do direito americano e batizada de “Romeo and Juliet Law”, tratando-se de solução alternativa, pois descriminaliza a figura do estupro bilateral, permitindo a prática sexual quando os sujeitos do crime ou ato infracional possuem diferença de idade inferior a cinco anos, o que dá conta ainda de solucionar relações excepcionais entre adolescentes e crianças que iniciaram sua vida sexual em tenra idade, tirando o foco do adolescente, para o fim de, eventualmente, responsabilizar quem possui o dever de cuidado.
Idioma: pt_BR
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
URI: http://repositorio.unesc.net/handle/1/5072
Aparece nas coleções:Trabalho de Conclusão de Curso - TCC (DIR)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FILIPE MARTINS CORRÊA.pdfTCC1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.