Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unesc.net/handle/1/3513
Título: A inclusão da disciplina de Libras nos cursos de licenciaturas da UNESC : dilemas e expectativas
Autor(es): Feltrin, Simone das Graças Nogueira
Orientador(es): Silva, Alex Sander da
Palavras-chave: Língua brasileira de sinais
Currículos
Curso de licenciatura
Descrição: Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Extremo Sul Catarinense-UNESC, como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre em Educação.
Resumo: A pesquisa intitulada “A inclusão da disciplina de Libras nos cursos de licenciaturas da Unesc: dilemas e expectativas” teve por objetivo principal analisar o processo de inclusão da disciplina obrigatória Libras e sua repercussão na Unesc, na visão dos coordenadores dos cursos de licenciatura, em cumprimento ao que determina o Decreto Lei 5.626, de 22 de dezembro de 2005, partindo da seguinte problemática: como se dá o processo de inclusão da disciplina de Libras nos cursos de licenciatura da Unesc e qual a visão dos coordenadores na repercussão dessa inclusão, em cumprimento ao que determina o Decreto Lei 5.626, de 22 de dezembro de 2005? A metodologia utilizada para a efetivação deste estudo foi a abordagem qualitativa e exploratório-descritiva, tendo como instrumento de pesquisa a entrevista semiestruturada. A pesquisa foi realizada com cinco coordenadores das licenciaturas da Unesc. Em seguida, realizamos a análise dos dados coletados, o que nos permitiu constatar que os coordenadores percebem que a disciplina de Libras traz contribuições significativas à formação dos futuros docentes, embora sua carga horária seja insuficiente nos cursos. As bases teóricas desta pesquisa se constituíram nos fundamentos da educação inclusiva, situando historicamente a questão da pessoa com deficiência, particularmente o processo de educação das pessoas surdas; identificar na visão dos coordenadores de cursos de licenciatura a discussão e o processo de implantação da disciplina de Libras em seus cursos e analisando o que estabelece o Decreto–lei 5.626, de 22 de dezembro e o que rege a disciplina de Libras no nível superior. E se tratando do processo de inclusão educacional de alunos surdos, o reconhecimento da Língua de Sinais e sua regulamentação por meio do Decreto 5626/05 foram fundamentais, principalmente pelo fato de preverem a inclusão da disciplina de Libras nos currículos dos cursos de licenciatura, responsáveis pela formação dos professores. Depreende-se deste estudo a necessidade de continuar investigando os aspectos linguísticos de Libras e se é possível incluir o surdo no ensino regular, respeitando a abordagem bilíngue, pois, através da língua de sinais, há o desenvolvimento e a aprendizagem da pessoa surda, usufruindo do direito de expressar-se em sua língua natural.
Idioma: Português (Brasil)
Tipo: Dissertação
Data da publicação: 2014
URI: http://repositorio.unesc.net/handle/1/3513
Aparece nas coleções:Dissertação (PPGE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Simone das Graças Nogueira Feltrin.pdfDissertação717,81 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.