Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unesc.net/handle/1/6732
Título: Qualidade de vida em paciente com urticária crônica espontânea em uso de Omalizumab
Autor(es): Viecili, Fernanda Caroline Schirmer
Candido, Bruna Bervian
Orientador(es): Menezes, Mariana Mangili de
Palavras-chave: Urticária crônica espontânea
Qualidade de vida
Omalizumabe
Descrição: Artigo apresentado como requisito parcial para obtenção do grau de Bacharel, no Curso de Medicina, da Universidade do Extremo Sul Catarinense- UNESC.
Resumo: A Urticária Crônica Espontânea é uma doença cutânea definida pela presença de eritema papular com ou sem angioedema por um período maior que 6 semanas e sem fator causal identificado. Afeta negativamente a qualidade de vida diária do paciente portador da doença devido ao intenso prurido. Uma parcela importante da população afetada se torna irresponsiva ao tratamento com anti-histamínicos, sendo necessária a utilização de novas drogas para abordagem dessa enfermidade. O Omalizumabe é um agente imunobiológico que apresenta efeito vantajoso sob a sintomatologia e qualidade de vida em pacientes refratários ao tratamento de primeira e segunda linha da Urticária Crônica Espontânea. Objetivou-se avaliar se há melhora na qualidade de vida de pacientes com Urticária Crônica Espontânea que fizeram o uso do Omalizumabe. Métodos: Estudo observacional, prospectivo, realizado em uma clínica particular de Criciúma/SC. Foram avaliados os prontuários e empregados questionários validados de qualidade de vida e escore de atividade da urticária para 9 pacientes. Resultados: A comparação entre a pontuação pré-tratamento e após a primeira aplicação do Omalizumabe evidenciou redução nos escores UAS7 (p=0,002) e DLQI (p=0,103) de aproximadamente 50%, o que reflete uma melhora na qualidade de vida e sintomatologia dos pacientes. Conclusão: Há evidências de que o Omalizumabe represente uma opção terapêutica segura para pacientes com Urticária Crônica Espontânea refratários ao tratamento conservador, reduz a sintomatologia e o impacto na qualidade de vida dos indivíduos.
Idioma: Português (Brasil)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Data da publicação: Dez-2018
URI: http://repositorio.unesc.net/handle/1/6732
Aparece nas coleções:Trabalho de Conclusão de Curso (MED)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Informação do texto competo - Medicina.pdfTCC4,48 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.