Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unesc.net/handle/1/4998
Título: Análise experimental da resistência à flexão de perfis laminados de aço com emendas aparafusadas
Autor(es): Cândido, Richard Réus
Orientador(es): Vito, Marcio
Palavras-chave: Ligações parafusadas
Perfis laminados de aço
Resistência à flexão
Descrição: Artigo submetido ao Curso de Engenharia Civil da UNESC - como requisito parcial para obtenção do Título de Engenheiro Civil.
Resumo: A utilização de estruturas de aço na construção civil vem conquistando espaço no mercado em ritmo acelerado, devido as vantagens que apresenta como a rapidez na execução, resistência elevada e sustentabilidade. Por serem peças de grandes comprimentos, encontram fatores que por vezes limitam suas dimensões, como exemplo principal os problemas referentes ao transporte e dificuldades de acesso nos locais da obra. Deste modo, torna-se indispensável a realização de emendas nas estruturas para dar continuidade nos vãos de forma a resistirem as cargas solicitantes. As emendas aparafusadas são mais recorrentes em canteiro devido ao fato de serem mais acessíveis e de fácil execução. Afim de analisar a capacidade resistente das emendas aparafusadas, realizou-se um experimento em que dois perfis laminados de aço tipo I 200 x26,6 kg/m foram unidos por meio de chapas de aço ASTM A572 nas mesas e aço ASTM A36 na alma, ligados por parafusos ASTM A325 e submetidos a ensaio de flexão a 4 pontos. Foram confeccionadas duas vigas de mesmo perfil e com a mesma emenda. O dimensionamento foi feito através da NBR 8800:2008 atendendo os requisitos mínimos da norma para o momento solicitante de cálculo. Os resultados obtidos dos ensaios mostraram que a emenda da viga VE1 obteve um aumento de 9,09% do momento resistente em relação ao momento de projeto e um ganho de 5,13% em relação a ligação da viga VE2. O ganho de momento resistência da viga VE2 em relação ao momento de projeto foi de 3,77%. Os deslocamentos de ambas as vigas foram superiores aos limites de flecha impostos pela NBR 8800:2008, apresentando um deslocamento máximo 10 vezes superior para a viga VE1 e uma flecha 7 vezes do limite para a VE2. A rigidez apresentada, obtida através da reta recante conforme a EUROCODE 3 determina, foi de 3051 kN.m/rad para a viga VE1 e de 2772,58 kN.m/rad para a emenda da viga VE2.
Idioma: Português (Brasil)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Data da publicação: Dez-2016
URI: http://repositorio.unesc.net/handle/1/4998
Aparece nas coleções:Trabalho de Conclusão de Curso - TCC (ECI)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RichardRéusCândido.pdfArtigo1,23 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.