Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unesc.net/handle/1/7449
Título: Frequência e fatores associados a mortalidade e déficit cognitivo, sintomas de depressão e ansiedade em sobreviventes de unidade de terapia intensiva: um estudo de coorte prospectivo
Autor(es): Rocha, Franciani Rodrigues da
Orientador(es): Rosa, Maria Inês da
Co-orientador: Dal-Pizzol, Felipe
Palavras-chave: Doença crítica
Cuidados críticos
Disfunção cognitiva
Ansiedade
Depressão
Unidade de Terapia Intensiva
Descrição: Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Ciências da Saúde da Universidade do Extremo Sul Catarinense para obtenção do título de Doutora em Ciências da Saúde.
Resumo: A sobrevida dos pacientes que necessitaram de cuidados intensivos tem aumentado nos últimos anos, todavia, apesar da melhora dos prognósticos destes pacientes, é crescente a preocupação com as conseqüências a longo prazo. Pacientes sobreviventes a uma doença crítica são constantemente confrontados com desfechos indesejáveis e duradouros, pois além do comprometimento físico, os danos cognitivos e neuropsicológicos são cada vez mais reconhecidos. Neste sentido o presente estudo pretende avaliar a frequência e os fatores associados a mortalidade e ao déficit cognitivo, sintomas de depressão e ansiedade nos pacientes sobreviventes de UTI. Foi realizado um estudo de coorte prospectivo com pacientes sobreviventes de cuidados intensivos em três Unidades de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital no sul do Brasil. Estes pacientes foram avaliados no hospital e acompanhados durante os quatro meses após a alta hospitalar sobre os seguintes aspectos: saúde prévia, percurso hospitalar e assistência, características da doença crítica pós-alta da UTI, marcadores bioquímicos e consequências pós-alta hospitalar. Para a avaliação dos desfechos deste estudo foi realizada aavaliação cognitiva através do Mini-Exame do Estado Mental (MEEM) e a avaliação dos sintomas de ansiedade e depressão através da Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD). Estes achados foram investigados no período hospitalar e após 4 meses pós-alta da UTI. A análise estatística foi realizada no software SPSS, utilizando-se como medidas de associação a regressão de Poisson e a Regressão de Cox. Para a análise multivariada foram elencadas todas as variáveis preditoras com p<0,25 descrito por Hosmer e Lemeshow. O nível de significância estatística considerado foi p<0,05. Foram abordados 162 pacientes, com média de idade de 55±17 anos, sendo 63% masculinos. A incidência de mortalidade durante a internação hospitalar foi de 9,9% e no decorrer do acompanhamento passou para 17,3%. Para o desfecho mortalidade, no modelo final, observa-se como variáveis de risco ter sepse (RR:5,16; p<0,01) e a necessidade de utilização detraqueostomia (RR:2,7; p<0,05). Quanto a incidência dos desfechos avaliados aos 4 meses, houve uma incidência de 50,0% de disfunção cognitiva, 63,6% sintomas de depressão e 52,3% para os sintomas de ansiedade. No desfecho disfunção cognitiva, no modelo final, possuir um trabalho prévio foi um fator de proteção (HR: 0,26; p<0,05) e os fatores de risco foram: infecção na admissão da UTI (HR: 4,79; p<0,05), necessidade da realização de hemodiálise (HR: 231,74; p<0,01), e acompanhamento com fonoaudióloga no hospital (HR: 4,87; p<0,05). Como fatores de risco para os sintomas de depressão, foram: gastos com saúde mensal ≥R$ 647,00 (HR: 5,44; p<0,05), não receber assistência do SUS (HR: 17,1; p<0,05) e dosagem sérica de fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) ≤0,09 pg/mL (HR: 1,01; p<0,01). Para o desfecho ansiedade, os fatores de risco foram: realização de hemodiálise (HR: 8,18; p<0,01) e renda Per Capita ≤R$ 836,00 (HR: 8,18; p<0,01). Através destes achados foi possível constatar que diferentes preditores podem ser fatores de risco para a disfunção cognitiva assim como para a os sintomas de depressão e ansiedade após a alta da UTI.
Idioma: Português (Brasil)
Tipo: Tese
Data da publicação: 2019
URI: http://repositorio.unesc.net/handle/1/7449
Aparece nas coleções:Tese (PPGCS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Franciani Rodrigues da Rocha.pdf2,92 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.